Seja Bem vindo!

País Uruguai

Uruguai

 

Dados gerais

Localização

Sudeste da América do Sul, entre a Argentina e o Brasil, delimitado pelo Oceano Atlântico.

Latitude

33º00’S

Longitude

56º00’O

Relevo

Planícies e encostas na maior parte; litoral fértil.

Clima

Temperado quente; temperaturas baixas no inverno.

Produção

113.000.000 (litros / ano) em 2004

Consumo

24,42 (litros per capita / ano) em 2006

Exportação

13.400.000 (litros / ano) em 2008

Importação

5.100.000 (litros / ano) em 2003

Superfície

176.220 km²

Área Plantada

10.000 hectares em 2003

População

3.431.932 hab. em 2006

Descrição

Com uma localização privilegiada e uma terra particularmente apta para o cultivo da videira, o Uruguai é um país vitivinícola por excelência. O alto consumo de vinho entre os habitantes é uma história mais que centenária e as saborosas uvas fazem parte da tradição.

Entre as variedades de uva mais produzidas estão as tintas Tannat, Merlot, Cabernet, Malbec e as brancas Sauvignon, Chardonnay, Semillón, Riesling, etc. O Uruguai é o principal produtor de vinhos Tannat no mundo, uma uva emblemática do país.

O Uruguai é um país de pequenos produtores de uva e vinho, onde 100 dos estabelecimentos são familiares com mais de três gerações em atividade. A maior parte dos viticultores e produtores de vinho se concentram na região Sul do país, nos municípios de Montevideo, Canelones, San José e Colonia. Outras importantes regiões produtoras estão nos municípios de Salto, Artigas, Rivera e Paysandú.

No contexto mundial, com isenção aduaneira e uma economia globalizada, o vinho uruguaio apresenta vantagens competitivas e constitui cada vez mais um produto desejável no mercado internacional.

Histórico

A produção de vinhos no Uruguai teve inicio no final do século XIX, com a imigração de bascos e franceses para a região. Um deles, Pascual Harriague, teria sido o introdutor da variedade Tannat na região, que até hoje se vê sendo produzida no país.

A renovação dos vinhedos uruguaios a partir da década de setenta fez coexistir uma viticultura tradicional e outra moderna. O vinhedo uruguaio tem em sua maioria, 62%, mais de quinze anos produzindo vinhos de qualidade. Hoje cerca de 30% está no melhor período de sua produção, entre cinco e vinte anos. A atual renovação, tanto dos vinhedos como das vinícolas, é baseada na mais avançada tecnologia.

Aviso. Não podemos garantir que as informações nesta página estejam 100% corretas. Leia mais