[?]
Tinto Brasil

Miolo Quinta do Seival Cabernet Sauvignon 2006

(outras safras: 2015, 2013, 2012, 2011, 2008, 2005, 2004, 2003)

Positivo 0% Recomendam

Negativo 0% Não Recomendam

São necessárias
3 avaliações de
usuários para obter
uma nota média
Outras safras avaliadas:
2004: 83,4 (Muito Bom)
 
Quem marcou como favorito? (0)
Quem Tem? (4)
 
Quem já Provou? (0)
Quem quer comprar? (0)

Dados gerais

Produtor

Miolo

País

Brasil

Região

Campanha Gaúcha

Sub-região

Candiota

Uva(s)

Cabernet Sauvignon (100%)

Classificação

Tinto

Álcool

13,50%

Tampa

-

Volume(s)

750 ml

Preço Médio

R$ 48,33 (baseado no histórico de compra dos usuários)

Harmonização

Por ser bastante encorpado e possuir aromas bastante complexos, deve ser acompanhado com pratos de textura rica como carnes suculentas e grelhados em geral. Cordeiro, javali, picanha e massas com cogumelos exaltam suas características quando harmonizados com o Quinta do Seival Cabernet Sauvignon. Este vinho pode também ser acompanhado de porco com guarnições doces.

Serviço

   16 ºC  -  18 ºC

Onde Comprar (não necessariamente da mesma safra)

Loja Endereço Filtro:   
Meu Vinho
Meu Vinho
www.meuvinho.com.br

Descrição

No início do século passado o Quinta do Seival era o vinho das famílias nobres brasileiras. No resgate desta tradição a Miolo está produzindo no mesmo local, em seus vinhedos próprios na Campanha/RS, esta linha de vinhos Super Premium.

O inédito Quinta do Seival Cabernet Sauvignon, produzido na Campanha Gaúcha, é um fruto da assessoria do enólogo francês Michel Rolland.

O francês é consultor da vinícola desde 2003 e vem ao Brasil uma ou duas vezes por ano para avaliar os vinhedos e processo de vinificação da Miolo. Enólogos de sua equipe visitam a empresa quatro vezes por ano.

Ter produtos assessorados por Michel Rolland significa muito no mundo do vinho, informa a Miolo. Ele é responsável pela elaboração de vinhos reconhecidos internacionalmente, como o chileno Casa Lapostolle, os franceses Angelus, Troplong Mondot, La Dominique e Gran Mayne, das regiões de Pomerol e St Emilion, e os renomados californianos da Harlan State e Robert Mondavi.

Os vinhos lançados por Rolland no ano passado já foram exportados para França, Itália, EUA e República Tcheca.

Degustação

Cor

Alta intensidade de cor com tonalidade de vermelho rubi e púrpura.

Aroma

Frutado ressaltando frutas vermelhas como cassis que integradas com a madeira de carvalho confere ao vinho uma maior complexidade aromática.

Sabor

Na boca apresenta-se bem estruturado com taninos elegantes, deixando uma sensação agradável e aveludada ao final.

Enólogo

Adriano Miolo

Ficha Técnica

Solo

-

Clima

-

Sistema de Condução

-

Sistema de Poda

-

Idade do vinhedo

-

Irrigação

-

Produção

-

Lançamento

-

Período de Consumo

-

Vinificação

Seleção Manual dos cachos em mesa selecionadora. Desengace dos cachos mantendo as bagas inteiras. Enchimento dos tanques (encubado) por gravidade. Maceração em frio (criomaceração) a 8° C, com bagas inteiras por 4 dias. - Fermentação Alcoólica à temperatura controlada de 25 a 30° C, com 4 a 6 pigeage para extração lenta da cor e taninos e 1 delestage para a estabilização da cor. Maceração pós-fermentativa de 10 a 15 dias, para maior extração de polifenóis. Descube por gravidade. Fermentação malolática espontânea e completa. - Amadurecimento de 12 meses em barricas novas de carvalho francês, e envelhecimento na garrafa em caves subterrâneas e climatizadas.

Análise Química

Álcool

13,50%

Acidez volátil

-

Acidez total

-

Açúcar residual

-

pH

-

Extrato seco

-

Prêmios

-

Produtos Similares

Não existem produtos similares a esta safra.

Aviso. Não podemos garantir que as informações nesta página estejam 100% corretas. Leia mais