Seja Bem vindo!

Vinícola Itália

I Giusti & Zanza

 

Dados gerais

Razão social

I Giusti & Zanza Vigneti

Localização

Itália, Toscana

Fundação

-

Local do vinhedo

Itália, Toscana

Área plantada

17 hectares em 2008.

Proprietário

-

Enólogo

-

Produção anual

-

Exportação

-

Descrição

Em 1996, I Giusti & Zanza Vigneti começou a reestruturar uma antiga vinícola, que produzia vinhos desde o início do século XIX, nas “Colline de Fauglia”. A vinícola está localizada no Noroeste da Toscana, a igual distância entre Pisa, Livorno e o mar, beneficiando-se assim da influência positiva das condições climáticas da costa. A extensão total da propriedade é de cerca de 35 hectares, dos quais cultiva-se atualmente 17 hectares de vinhedos formados principalmente de uvas tintas.

Os vinhedos se localizam sobre suaves colinas à margem esquerda do rio Arno, pouco antes de sua foz. Sob a supervisão do enólogo e agrônomo Dr. Stefano Chioccioli, os vinhedos foram planejados para uma baixa produção, com o objetivo de produzir menos de 1Kg de uva por planta. A idade dos vinhedos vai dos 40 anos para os mais antigos e 8/10 anos para os vinhedos novos. O manejo agrícola é do tipo orgânico, onde a parreira não sofre tratamentos químicos, nem são feitas irrigações artificiais.

As variedades das uvas cultivadas são basicamente uvas tintas, principalmente Sangiovese, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Syrah e uma pequena parte de brancos Trebbiano e Semillon. Segundo a empresa, essas são as variedades mais representativas e a melhor base ampelográfica em relação à qualidade do território.

O terreno dos vinhedos é formado por colinas de saibro arenoso e argiloso. O alto conteúdo de areia, de até 70%, garante uma ótima drenagem, o que, aliado à grande luminosidade devido à vizinhança da costa, constitui a maior qualidade deste local. A colheita é manual para possibilitar uma seleção de uvas de primeira qualidade.

As uvas são vinificadas da maneira tradicional e mantidas em barris por 18 a 21 dias, segundo a variedade e a maceração das uvas. Durante a estada nos barris é feito o controle de temperatura em cada tanque. O afinamento dos vinhos é feito em barricas de carvalho francês de 300 litros, com tostadura média e, varia segundo a variedade da uva e da safra. Depois de engarrafados, os vinhos passam por uma ligeira filtração, sem nenhum tipo de estabilizante, por isso eventualmente poderão ser encontrados pequenos sedimentos no fundo da garrafa, o que comprova a naturalidade do produto.

Histórico

-

Aviso. Não podemos garantir que as informações nesta página estejam 100% corretas. Leia mais